Beneficência Portuguesa completa 157 anos e ganha de presente, tela de Benedicto Calixto

Beneficência Portuguesa completa 157 anos e ganha de presente, tela de Benedicto Calixto

A Sociedade Portuguesa de Beneficência Portuguesa (SPB) completa 157 anos com extensa programação a ser realizada nesta semana, no período de 16 a 19. A programação que inclui palestras, inaugurações, missa e sessões solenes, serão realizadas no Salão Nobre da instituição, na Av. Bernardino de Campos, 47, Vila Belmiro.

A Beneficência foi fundada em 21 de agosto de 1859. Como neste ano a data acontece no domingo, a programação foi antecipada, mas foram mantidos os tradicionais eventos comemorativos, sendo que as inaugurações estão voltadas para os funcionários: galeria que homenageia os funcionários com mais de 30 anos de trabalho e uma sala para descanso, incluindo o embrião de uma biblioteca. Ambas inaugurações acontecem dia 16, às 10h e 10h30, respectivamente.

As palestras (duas), ações também habituais na Beneficência, destinam-se, uma delas “Motivação no trabalho – a força que estimula o comportamento das pessoas” que será proferida pela Gerente de Enfermagem da SPB, Adriana Marcele Ferreira, aos funcionários (dia 16, às 15h) e a segunda (dia 17 às 19h), sobre “Transfusão Sanguínea”, que será ministrada pelo médico Gerson G. de Paula, especialista em Hematologia, Hemoterapia e em Transplante de Medula Óssea. A palestra em parceria com o Instituto Histórico e Geográfico de Santos, será aberta para médicos e outros profissionais da saúde, e para estudantes da área.

Benedicto Calixto – As solenidades que junto com a Missa Festiva (dia 19, às 9h) representam o ponto alto das comemorações, serão realizadas para celebrar o final do projeto “Eficiência Energética” desenvolvido pela CPFL na Instituição (dia 18 às 10h) e a segunda, no dia 19, às 11h (logo após a missa) quando a Beneficência será presenteada com obra de arte (óleo sobre tela do século XIX) assinada por Benedicto Calixto, que em sua fase retratista pintou Cândido Luiz Esteves, procurador da Beneficência Portuguesa em 1882.

A doação será realizada pela família de Cândido Luiz Esteves, que além de procurador foi um grande benemérito da Beneficência. Ele doou à Beneficência, todo o madeiramento usado na construção do primeiro hospital, inaugurado no bairro Paquetá em 6 de janeiro de 1878, ou seja, 19 anos após a fundação da entidade que até então funcionava como uma associação para auxílio aos portugueses que chegavam a Santos sem recursos financeiros, parentes ou amigos. A solenidade contará com descendentes de Cândido Esteves (netos, bisnetos e trinetos).

Toda programação festiva que acontece de 16 a 19, será realizada na Beneficência (Av. Bernardino de Campos, 47, Vila Belmiro).

Quer falar conosco? Mande uma mensagem!
Fale com nossos setores
Fale com os setores através do WhatsApp