Humor na conscientização para prevenção do Câncer de Próstata

“Novembro Azul”, campanha de conscientização sobre doenças masculinas com ênfase para a prevenção e diagnóstico precoce do câncer de próstata, ganha um toque de humor na Beneficência Portuguesa para levar leveza à discussão sobre este tipo de câncer, a segunda maior causa de morte entre os homens no Brasil.

A campanha nos dois hospitais da Beneficência Portuguesa de Santos (Santo Antônio e Santa Clara) se desenvolve através de palestras e outras ações voltadas para os colaboradores da Instituição e pacientes em tratamento nos serviços de Quimioterapia e Radioterapia.

Na expectativa de colaborar para a conscientização do público masculino que por diferentes razões circula pela Beneficência, funcionários da Farmácia da entidade resolveram dar um toque de humor à campanha e cerca de dois meses antes, deixaram o bigode (símbolo da campanha) crescer.

A ala masculina da Farmácia encarou o desafio de deixar o bigode crescer, porque o símbolo da campanha, bigode ao estilo Mario Bros, o encanador bigodudo, personagem de vídeo game da Nintendo mais conhecido no mundo, segundo os rapazes não é fácil de ser cultivado “mas vale a pena porque termina chamando atenção das pessoas que vem se acostumando com esse símbolo da campanha pela prevenção ao câncer de próstata”, explicou o farmacêutico Nelson Abraham Mann Metidieri.

Origem – A campanha Novembro Azul teve início em 2003 na Austrália e aproveitando as comemorações do Dia Mundial de Combate ao Câncer de Próstata, dia 17 de novembro, desencadeou o movimento, hoje mundial, de conscientização do homem sobre a importância do diagnóstico precoce da doença. A recomendação é que os exames sejam realizados a partir dos 50 anos (até 2013 era de 45 anos). Porém, quem tem histórico na família, precisa começar os exames o quanto antes.

(Nas fotos, parte da ala masculina da Farmácia Hospitalar da Sociedade Portuguesa de Beneficência de Santos)

1 comentário em “Humor na conscientização para prevenção do Câncer de Próstata”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Quer falar conosco? Mande uma mensagem!
Fale com nossos setores
Fale com os setores através do WhatsApp