Maestro dá o tom, a banda toca e o povo canta

Sob a regência do Maestro PM Leandro Serafim Gonçalves, Banda homenageia o Hospital

          Os 162 anos da Beneficência Portuguesa apenas começaram e entre as atividades realizadas no último dia 20, quando um leque de ações celebrou o grande acontecimento, a apresentação da Banda Regimental de Música do Comando de Policiamento do Interior 6 (CPI-6), sob a regência do maestro PM Leandro Serafim Gonçalves, mais uma vez evidenciou os efeitos benfazejos provocados pela música.

         Aos primeiros acordes da Banda instalada no terraço principal do Hospital Santo Antônio, voltado para a Av. Bernardino de Campos, balões coloridos em direção aos céus ponteou o espaço com as cores verde e vermelho (cores da Bandeira Portuguesa e da Instituição fundada por portugueses em 21 de agosto de 1859). Era visível o relaxar dos semblantes e ao mesmo tempo o aguçar da atenção através dos olhares das pessoas que se postaram no jardim do hospital e nas calçadas da avenida, bem como dos motoristas que diminuíam a velocidade de seus veículos quando passavam pelo local.

Cores da Beneficência em Céu de Brigadeiro

        Os efeitos benéficos da música podem ser inconscientes, mas não resta dúvidas que somos tomados por eles, afinal cantar exercita o coração, ajuda a exercitar os pulmões e libera endorfinas, o que faz com que nos sintamos bem. A eclética Banda da Polícia Militar tocou sucessos da MPB e encerrou a homenagem com um arranjo especial para a composição de 2019 de Ademir Pestana (presidente da Beneficência), Paula Ribeiro e Ribah Nascimento (vocalista da Banda placa Luminosa) “Humanizar é preciso” música sobre o belo processo de humanização estabelecido e seguido nos hospitais da Beneficência Portuguesa de Santos. A interpretação (voz) foi de Paula Ribeiro.

Confira algumas fotos do evento:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Quer falar conosco? Mande uma mensagem!
Fale com nossos setores
Fale com os setores através do WhatsApp