Palestra sobre novo protocolo da Hepatite C

Dr. Fábio Crescentini assume atendimento

O Grupo Esperança, primeiro grupo de apoio a portadores de hepatites de Santos e Baixada Santista promoveu no anfiteatro da Beneficência Portuguesa, palestra sobre o tema “Novo PCDT para Hepatite C e acompanhamento de pacientes cirróticos negativados do vírus HCV”.

Luciano Oliveira, Dr. Crescentini, Dr. Rogério e Jeová Pessin, presidente do Grupo Esperança
A cargo do hepatologista Rogério Camargo Pinheiro Alves, a palestra destinada a profissionais da área da saúde, a palestra marcou a despedida do médico do ciclo de atividade voluntária junto a pacientes assistidos pelo Grupo Esperança na Beneficência Portuguesa. Isso se deve ao fato de sua atuação profissional ter sido intensificada na capital paulista.

O atendimento médico especializados aos portadores de hepatites virais não será interrompido, pois o também especialista, Dr. Fábio Crescentini, do corpo clínico da Beneficência, já assumiu o atendimento à demanda existente, bem como futuras, da parceria: Grupo Esperança e Beneficência Portuguesa, corroborando para os anseios do Brasil e meta da Organização Mundial de Saúde que é eliminar o HCV até o ano 2030.

Na palestra que contou, inclusive com a presença do Dr. Fábio Crescentini e de Luciano Sorelli Oliveira representante da Gilead Sciences, colaborador do evento, o palestrante Rogério Camargo enfatizou cuidados no tratamento e acompanhamento de pacientes hepáticos, especialmente quando se trata de Hepatite C, considerada a mais grave e complexa, vista como uma das maiores preocupações da saúde mundial.

Descoberta em 1989, um dos fatores que mais contribuiu para a proliferação da doença é que somente a partir de 1993 os Bancos de Sangue, graças às novas tecnologias, passaram a detectar o vírus transmissor da doença, suspendendo a partir de então, a distribuição de sangue contaminado. Antes disso não existiam testes. Hoje, de acordo com a Organização Mundial da Saúde, a Hepatite C é a maior causa de cirrose hepática e transplantes de fígado no mundo.

O vírus da Hepatite C, conhecido como VHC é transmitido pelo sangue e seus derivados através de transfusões, contato direto (sangue com sangue) ou compartilhamento de seringas.

(Fotos SPB)

1 comentário em “Palestra sobre novo protocolo da Hepatite C”

  1. Alan José Batista Primo

    Boa tarde me chamo Alan fiz o tratamento da Hepatite C a 6 anos e graças a Deus consegui resultado queria contar a minha história de luta com o tratamento, realizo palestra motivacinal e procuro pessoas que estejam passando por o mesmo que passei e compartilhar com ela que a pensar das muitas dúvidas que pairam na mente de que tem o diagnóstico e começa passar por todo esse processo e falar que a hepatite tem cura eu consegui tele 011992002027 email alan-p1@hotmail.com

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Quer falar conosco? Mande uma mensagem!
Fale com nossos setores
Fale com os setores através do WhatsApp