Prédio da Beneficência Portuguesa, Referencia arquitetônica há 95 anos

     Há 95 anos era inaugurado na Avenida do Canal (atual Av. Bernardino de Campos), um belíssimo imóvel em estilo neocolonial que se tornaria mais que uma das referências arquitetônicas da Cidade de Santos, mas também de atendimento médico-hospitalar, a atual sede da Sociedade Portuguesa de Beneficência.

     Na tarde daquela quarta-feira, 1º de dezembro de 1926, por volta das 14h, segundo o historiador Jaime Franco, “uma multidão enchia os corredores, átrio, alpendre e varandas do novo hospital” para a inauguração da atual sede da Beneficência Portuguesa.

     Em publicação da época, “um congestionamento em frente ao hospital chamava a atenção” (segundo alguns autores, mais de doze carros) e em foto ampliada e enquadrada que integra a decoração de uma das salas administrativas da instituição, a certeza de que o cenário atraiu não apenas autoridades e a alta sociedade de então, mas também representantes do povo sem patentes ou títulos. A criançada em pé na mureta de sustentação do gradil que separa o jardim da calçada, vibrava a cada acorde das três bandas de música (Corpo de Bombeiros, União e Colonial), que em conjunto, executaram o hino nacional.

     Sob a presidência do Comendador José da Silva Gomes de Sá que esteve à frente da Beneficência por 14 anos (1912-1926) a inauguração do palacete neocolonial era anunciado pela Imprensa, como um dos maiores acontecimentos que a cidade registrava em datas recém vividas, enaltecendo o espírito altruísta da colônia lusitana e de outros que colaboraram financeiramente para que em apenas quatro anos, o arquiteto português Ricardo Severo, entregasse o majestoso edifício.

      A pedra fundamental do prédio da Beneficência Portuguesa foi lançada em 5 de outubro de 1922 e quatro anos e menos de dois meses depois, era inaugurado. O palacete que recebeu o nome “Santo Antônio” em homenagem ao Santo Padroeiro da Instituição, abriga o hospital do mesmo nome e a área administrativa da Beneficência. Em 1990, ampliando o atendimento médico-hospitalar foi inaugurado o Hospital Santa Clara.

     Tombado em 2012 pelo Condepasa – Conselho Municipal de Defesa do Patrimônio Cultural de Santos, o imóvel, sob a presidência de Ademir Pestana, mantém as características arquitetônicas originais, bem como sua identidade preservadas, garantido às futuras gerações, a presença de tão importante instituição, criada e mantida sob a égide da solidariedade, uma das marcas de sua origem portuguesa.

     Alvo de constante pesquisa por parte de estudantes e profissionais das mais diferentes áreas, especialmente de Arquitetura, Arte, Engenharia, História, Fotografia e Pesquisa, o prédio do Hospital Santo Antônio é repositório de importante acervo cultural dos mais representativos da história do Brasil e de Portugal, com resquícios de outras sociedades. 

Sociedade Portuguesa de Beneficência de Santos                                                      Fundação: 21 de agosto de 1859                                                                                               1º Hospital: inaugurado em 6 de janeiro de 1878 no Paquetá                                              Sede atual: inaugurada em 1º de dezembro de 1926 – Vila Belmiro

(Noemi Macedo/Fotos: Acervo/SPB)

 

                         Imóvel se tornou uma referência arquitetônica da Cidade

 

                    Tombado, o Hospital Santo Antônio mantém suas características

 

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Quer falar conosco? Mande uma mensagem!
Fale com nossos setores
Fale com os setores através do WhatsApp