Semana Martins Fontes – “Honra”

Reprodução de um canto da “Capela”
de Martins Fontes

       “Homenagear Martins Fontes, especialmente no mês de junho, quando Santos vive a Semana Martins Fontes é o mínimo que podemos fazer pelo Dr. José Martins Fontes que tem na entrada do Hospital Santo Antônio, sua foto ao lado da placa que diz:Nesta casa, honrando-a, trabalhou como médico, Martins Fontes”.

       Com esta frase, o presidente da Beneficência Portuguesa, Ademir Pestana saudou a memória do homenageado, bem como aos presentes no “Café Poético com Martins Fontes” realizado pelo hospital no ano passado.

Ademir Pestana, à entrada do Hospital Santo Antônio, mostra o tributo ao médico

        Agora, junho de 2020, devido a pandemia da covid-19, o evento não pode ser realizado, mas Ademir Pestana ressalta a importância de reverenciar a memória de Martins Fontes, o Cavaleiro do Amor, como o escritor Jaime Franco o definia, e relembra o poema “Honra” que o homenageado dedicou à Beneficência, quando da inauguração da primeira maternidade do hospital em 12 de abril de 1936. Neste poema, exalta a beleza do hospital e o elege como um dos modelos da expansão de Portugal por outras terras.

Em 2009, durante as comemorações dos 150
anos da Beneficência, a entronização do
óleo sobre tela do médico, de autoria do
artista plástico Waldemar Lopes.













        No ano passado, no Salão Nobre da Beneficência, em meio ao cenário que reproduzia um canto da enorme sala (construída na edícula de sua casa na Rua Joaquim Távora, 268), que Martins Fontes chamava de “Capela” pois era onde se recolhia para estudar e escrever suas poesias até alta madrugada, Ademir declamou o poema:

Honra!

Honra à Beneficência Portuguesa,
Filha dos filhos de Brás Cubas! Grande
Mas sem que a força alguma se lhe abrande
A paixão da bondade e da beleza

Glória! Se no planeta, em cada lande
Uma lâmpada brilha, sempre acessa,
É para demonstrar pela clareza,
Com que esplendência Portugal se expande!

Simboliza uma, apenas, como exemplo,
Entre as cem mil do fabuloso altar,
Esta que, em Santos, a fulgir, contemplo!

Maternal, milagrosa, modelar,
Herdeira-Irmã, da Santa Casa!

“Templo do amor Humano! Porta aberta ao mar!”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Quer falar conosco? Mande uma mensagem!
Fale com nossos setores
Fale com os setores através do WhatsApp