Xô estresse!!!

         Trabalhe sua mente fazendo aquilo que ama é a dica, e para desestressar nesses tempos de pandemia, nada melhor que buscar no baú das boas lembranças o que lhe dava prazer e que em função da vida agitada ficou esquecido. Foi o que fez o oftalmologista Dr. João Bolzan Neto, responsável pelo primeiro Centro Cirúrgico Oftalmológico dentro de um hospital (Beneficência Portuguesa).

          De repente ele se viu discutindo com as equipes na Beneficência e na Clínica Bolzan no Macuco, sobre as mudanças necessárias para o funcionamento das duas unidades (clínica e centro cirúrgico) devido a pandemia da covid-19. Tudo muito novo e preocupante aumentando o estresse do dia a dia.

          Para desacelerar os pensamentos e ações visando a nova realidade ele voltou no tempo e se encontrou em 1968, quando as preocupações do jovem adolescente eram outras. O normal era outro.

         Há 53 anos, aquela que seria a maior banda de rock de todos os tempos chegava ao topo das paradas americanas pela primeira vez. Os Beatles alcançaram o ponto mais alto com a música “I Want To Hold Your Hand” e inúmeros outros sucessos se sucederam incentivando os jovens do tradicional colégio paulista Liceu Eduardo Prado, e entre eles, João Bolzan, a fundarem uma banda. O tempo passou a banda acabou, a Faculdade de Medicina chegou, nova banda foi criada, a formatura aconteceu, os amigos se separaram.

        Pronto, um filme passou na mente do médico. Essas recordações…  Acorda doutor, estamos em 2020 e a covid-19, doença infectocontagiosa muito presente…

        Mas espera, Bolzan lembrou que tem uma guitarra, um violão e esse dedilhar ninguém esquece. Então mãos ou melhor, dedos às cordas… Os acordes voltam como num passe de mágica, ele toca, esquece o estresse e faz planos para reencontrar os amigos e até tocar juntos num fim de semana, em uma garagem qualquer como nos anos sessenta (1968).

“Como é bom poder tocar um instrumento”

       “Nessa época de quarentena lembrei dos tempos de universidade, dos festivais de música que participava. Voltei a tocar violão e guitarra. E relembrar as músicas da época em que tinha uma banda (à época chamava conjunto) chamada *Wutz, com baixo, guitarra, bateria e teclado. Além de ler muito. Quem sabe consigo entrar em contato com os amigos antigos e voltar a tocar nos finais de semana?

      Antes da Faculdade já tinha um conjunto no colégio Liceu Eduardo Prado (SP), o ano 1968 até 1970. Curtíamos muito rock, Beatles, Creedence Clearwater Revival, Rolling Stones. Época de bailinhos. Boas lembranças. Já na faculdade (Faculdade de Medicina da Universidade de Mogi das Cruzes) era outro conjunto e só tocávamos nos festivais universitários de música (1972-1976). Eram duas vezes ao ano e nos encontrávamos para ensaiar dois meses antes. Além de violão nos encontros, nas repúblicas onde rolava muita MPB, a música tomava conta. A quarentena me propiciou essas lembranças e redescobri como é bom tocar um instrumento”.

*Wutz – Dr. Bolzan não sabe o por que do nome da banda em alemão

(Wutz – dependendo da região significa porco ou piada ou ainda linguiça)

“Como é bom poder tocar um instrumento”, frase da última estrofe da música Tigresa, composição de Caetano Veloso – década de setenta

1 comentário em “Xô estresse!!!”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Quer falar conosco? Mande uma mensagem!
Fale com nossos setores
Fale com os setores através do WhatsApp