Xô estresse!!!

         Li dia desses, que os contos de fadas têm uma longa história de vida e que têm o seu lugar especial não apenas nas prateleiras do quarto de meninas, mas principalmente na imaginação delas. Mais ainda, que muitas delas transformam esses contos em sonhos pela vida afora. E não são poucas as meninas que moças se tornam cultivando o sonho de encontrar seu príncipe encantando, viver um grande amor e como nos contos de fadas, casar e viver feliz para sempre.

         O mundo encantado, cheio de beleza para o qual somos transportados nos contos de fadas não existe, dirá alguém ou dirão muitos. Será?

         É claro que os lugares mágicos dessas narrativas, se trazidos para a nossa realidade (ano 2020 – Século XXI) dificilmente serão habitados por príncipes, princesas e duendes, e sim por bruxas, dragões e monstros. Seres que facilmente podem ser confundidos com as entidades malfazejas que habitam o lado sombrio da existência e que na atualidade seriam identificados por um único nome: covid-19, doença infectocontagiosa, cuja pandemia virou o mundo de cabeça para baixo.

          E o que tem conto de fadas a ver com a pandemia e com o estresse?

          Tudo. Afinal, a nutricionista Mayara Mayume Mizuta Novita Rodrigues, coordenadora do Serviço de Nutrição e Dietética da Beneficência Portuguesa faz da leitura e dos filmes de contos de fadas que lê e assisti para e com as duas filhas, as princesinhas Lívia (4 anos) e Giovana (1 ano), o antídoto contra o estresse.

“Era uma vez…”

          Era uma vez uma princesa chamada Mayara que sonhava em casar cedo com um príncipe encantado, ter filhos, uma casa (seu palácio) com uma sala de jantar grande o suficiente para acomodar as duas famílias nos almoços de domingo, preparados por ela, naturalmente. Como em um conto de fadas o sonho se concretizou e a vida se desenvolvia num suave remanso até que a pandemia chegou e com ela, o medo, o estresse.

         “Posso dizer que esse período de pandemia está sendo uma superação para mim. Muitas pessoas que convivem comigo no dia a dia nem imaginam o quão estressada sou e nesse período estou mais ainda.

           Agora tenho várias profissões: nutricionista, cozinheira, professora, faxineira etc…

          O mais difícil para mim é ficar sem ver minha família e a do meu marido. Somos muito unidos e todo final de semana estávamos juntos. Estar com a família era o meu desestresse. Agora, como adoro assistir filmes de princesas com a minha filha mais velha quando a caçula dorme, essa tem sido a forma para mandar o estresse embora. Não raro assistimos o mesmo filme várias vezes. Gosto de cultivar esses contos de fadas na vida dela e esse é o momento em que relaxamos, comemos uma pipoquinha e as vezes até um chocolatinho. Adoro assistir o programa “Masterchef,” vejo até episódios repetidos. Gosto de cozinhar coisas diferentes, o trivial não gosto muito. Isso também desestressa”

           Perguntamos a Mayara, a princesa do nosso conto: Você vive um conto de fadas?  Ela respondeu sem pestanejar:

        “Olha… Acredito que vivo sim. Um conto dos dias atuais… Sempre agradeço a Deus pela minha família e todas as conquistas e sonhos que já realizamos. Nunca rezo para pedir algo, somente para agradecer mesmo”

        Ela agradece inclusive por poder aliviar o estresse contando às filhas, histórias com final feliz no qual a princesa está sempre cercada de familiares e amigos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Quer falar conosco? Mande uma mensagem!
Fale com nossos setores
Fale com os setores através do WhatsApp