Dia de Portugal, de Camões e das Comunidades Portuguesas

       Em um único dia, 10 de junho, o povo português comemora três das mais significativas datas do país: Dia de Portugal, Dia de Camões e Dia das Comunidades Portuguesas. Apesar da pandemia da Covid-19 e sem as tradicionais comemorações promovidas pelas entidades representativas da Pátria Lusa, entre elas a Beneficência Portuguesa, a celebração não pode deixar de acontecer,

       Pelo segundo ano consecutivo, na Beneficência a celebração ficará restrita ao hasteamento do pavilhão português, mas com certeza, seus descendentes aqui ou acolá, hão de dedicar um pensamento positivo, mesmo que de saudade (aqueles que de lá vieram não importa quando) ou simplesmente de respeito pela terra de seus antepassados.

       O Dia de Portugal, de Camões e das Comunidades Portuguesas tem sua referência registrada há 141 anos, quando um decreto real de D. Luís I declarou a data “Dia de Festa Nacional e de Grande Gala”. Esse decreto real foi datado em 10 de junho de 1880).

       Nessa ocasião, a comemoração referia-se apenas aos 300 anos da morte do grande poeta Luís Vaz de Camões, que teria ocorrido em 10 de junho de 1580. Durante o Estado de 1933 até à Revolução dos Cravos em 25 de abril de 1974, na data, também era comemorado o “Dia da Raça: a raça portuguesa ou os portugueses”. Somente a partir da Revolução dos Cravos (1974) que estabeleceu a democracia no País, a nação passou a celebrar no mesmo dia, Portugal, Camões e as Comunidades Portuguesas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Quer falar conosco? Mande uma mensagem!
Fale com nossos setores
Fale com os setores através do WhatsApp