Xô estresse!!!

          Grande é o desafio do nutricionista no ambiente hospitalar, pois uma de suas funções é incentivar o paciente a se alimentar adequadamente, fazendo com que ele entenda a importância da boa alimentação durante a internação e depois da alta.

         Assim, seja no hospital ou no domicilio, o nutricionista tem papel fundamental na recuperação de pacientes em diversas situações, especialmente quando o atendimento exige cuidados específicos e intensivos com pacientes em UTI’s ou CTI’s.

         E nesses tempos de pandemia, como qualquer outro integrante de equipes multidisciplinares, os nutricionistas, têm seu nível de estresse alterado, não apenas pelo ambiente, mas também, em parte, devido a peculiaridade da doença que afeta os contaminados de formas diferentes, sendo que em grande número provoca distúrbios gastrintestinais, perda de olfato e redução do apetite. Ou seja, um fator a mais para a pesquisa a ser elaborada a partir da dieta prescrita pela equipe médica.

         A nutricionista Daniele de Figueiredo que integra a equipe do Serviço de Nutrição e Dietética da Beneficência Portuguesa é mais uma profissional que teve sua rotina alterada pela pandemia da covid-19. Mas, se antes da doença infecciosa causada pelo novo coronavírus (SARS-COV-2) ela praticava artes marciais para espantar o estresse, a partir de então intensificou a prática.

“Socos e chutes  no estresse”

          Formada e atuando na área de nutrição clínica, o sonho da Dany, como é chamada pelos colegas, era trabalhar na área hospitalar. Em 2012 ela viu o sonho se concretizar ao ingressar na Beneficência Portuguesa e garante que desde o primeiro dia de trabalho se envolveu numa relação de amor com a Instituição que lhe encanta a cada dia, seja pelo prédio majestoso, pelos jardins, pelo tratamento diferenciado, pelos desafios diários de perceber um canto dos pássaros, do perfume das flores ou dos alimentos sendo processados. Até necessidade de exatidão em tudo que é feito lhe encanta, na rotina do do hospital.

        Mas de repente, a pandemia, e Dany que sempre viveu rodeada de muita gente, seja no ambiente de trabalho como familiar, começou a sentir os efeitos desse novo normal. De vida ativa, focada no trabalho e na atividade física, ela se viu obrigada a mudar sua rotina, inclusive parar com uma de suas paixões, o Muay Thai, arte marcial tailandesa que pratica desde 2011.

       A academia fechou temporariamente, mas determinada, Dany, a nutricionista de passos firmes e sorriso largo, intensificou sua atividade física, uma verdadeira arma de combate ao estresse.

        “No muay thai descarrego a ansiedade e estresse diário. Aí veio a pandemia e tudo parou. Minha rotina virou uma quietude só, mas não deixei cair no desânimo e intensifiquei minha prática.  

        Ao chegar em casa, para quebrar o silêncio coloco uma boa música techno para o necessário aquecimento e no meio da sala, uma corda para pular. Começo o treino com “shadow boxing” o clássico exercício de simular socos e chutes no ar com um oponente invisível. Intercalando atividades de arte marcial com exercícios funcionais aeróbicos, diariamente, consigo promover meu bem estar, além de usar essa combinação como um gatilho para combatera ansiedade. 

         Assim, o estresse fica para trás e eu sigo em frente nesse novo normal, pois entendo que o engajamento profissional é a melhor forma de encarar o trabalho em tempos de pandemia, onde o  foco é dar tudo de si para cuidar dos pacientes que devem e são tratados com muita empatia. Afinal, a nutrição vai muito além da dieta e da busca de um corpo esbelto. Ela ensina como a alimentação pode afetar (positiva ou negativamente) sua saúde em prol de uma existência com mais qualidade de vida e bem estar.

        Quanto ao estresse, esse inimigo invisível não resiste ao muay thai, que, já nas preliminares com o shadow boxing o coloca para correr”

*Shadow Boxing é uma prática de bater no vazio (inimigo invisível) enquanto a pessoa está em movimento e usando técnicas de boxe.

4 comentários em “Xô estresse!!!”

  1. Essa menina é tudo de bom. É muito focada em tudo que começa. Dinamica e sempre esta super bem humorada.
    Com todos as responsabilidade que tem ainda arruma tempo para se exercitar.
    E isso faz dela uma pessoa sem estresses.
    Exemplo de uma profissional nota 10.
    Bjs Dani

  2. francis battistini

    Dani é uma profissional muito capacitada, que ama a profissão, faz tudo com muito amor.
    E um ser humano Maravilhoso, coração imenso. Muito sucesso Dani, vc merece!

  3. Nidnei Martinez

    Dani tenho muito orgulho de você. És uma ótima profissional, Que Deus te abençoe todos os dias da sua vida.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Quer falar conosco? Mande uma mensagem!
Fale com nossos setores
Fale com os setores através do WhatsApp